sexta-feira, 22 de agosto de 2014

The Pure Essence #2 (Parte III)

. 

   "Senti a dura frieza na sua voz. mas que raio se passava? E quem é que aquela rapariga, que apenas me chegava aos ombros pesava que era? Todo o tipo de perguntas ansiavam por ser respondidas na minha mente, mas tentei focar-me apenas nas que ela me fizera.
   - Chamo-me Michelle Lindsay...é a única coisa de que tenho realmente a certeza. - Saiu-me de rajada.
   - Pois, bem me parecia. - Ela falou com aspereza. Tamborilou uns dedos no queixo, e eu, sem pensar em tudo aquilo que podia estar para vir e me assustava imenso, tive apenas um pensamento típico de uma rapariga de dezassete anos: as unhas dela estavam mais bem arranjadas do que as minhas. Toda ela estava mais arranjada do que eu, para dizer a verdade. Tinha um vestido preto que lhe assentava lindamente, e usava no pescoço um colar de pérolas. Os cabelos lisos corriam-lhe pelas costas como se tivesse acabado de sair do cabeleireiro. Tudo isso apenas me irritou mais" ...

Podes ler a Parte II aqui.

XOXO, Ember Blue

11 comentários:

  1. estou a gostar da "história" e cada vez mais curiosa :)
    já agora, segui-te.

    ResponderEliminar
  2. Foste tu que escreveste? Gostooo :)

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  3. Gostei imenso :)

    R: É mesmo impossível não se apegar. São todos fofos. Eu vou ficar com um, que é pretinho. Depois mostro num outro post :)

    ResponderEliminar
  4. r: sim, é só partilhar,posso fazer um post no blog, e supostamente tenho depois de fazer uma espécie de relatório, para eles, a dizer o que as pessoas a quem distribui as amostras e vales acharam e essas coisas, eu nunca participei,sei tanto como tu :p mas pelo que li é algo simples

    ResponderEliminar
  5. Tu és a flôr mais linda do campo,
    enfeite da majestosa natureza.
    Linda e muito meiga de nome,
    Ostenta a bandeira da beleza.
    Possui o dom do encanto,
    a firmeza de uma guerreira.
    Queria estar sob o seu manto,
    no coração já és a primeira.
    encantei-me com o teu carinho,
    senti-me feliz como um menininho.
    És uma flor ainda em botão,
    feliz quem guardar o teu coração.
    Minha loira de olhos azuis,
    padrão de beleza universal.
    foi feita num momento de luz,
    és única , não a beleza igual.
    Beleza pura e impar,
    feita para encantar o olhar de quem a olha.Neste dia ponha sua melhor roupa, passe seu melhor perfume, se enfeite com seus mais bonitos brincos, .ponha a saia mais leve, aquela de chita, e passeie de mãos dadas com o ar. Enfeite-se com margaridas e ternura e escove a alma com leves fricções de esperança. De alma escovada e coração estouvado, saia do quintal de si mesmo e descubra o próprio jardim. Acorde com gosto de caqui e sorria lírios para quem passe debaixo de sua janela.
    Ponha intenções de quermesse em seus olhos e beba licor de névoa de borboletas, cada qual trazendo uma pérola falante a dizer frases sutis e palavras de galanteria.Que sua colheita seja abundante e eterna e o sorriso da felicidade e do sucesso enfeite os seus lábios que são admirados por mim... Na sua totalidade na qual foste criada mulher ser divina e especial.... Deixo-te um bj demorado em seu humilde coração para que neste dia e nos dias a frente ele possa servi de refrigério para suas novas inspirações..

    ResponderEliminar
  6. A história ainda deixa muito a desejar. Como os capítulos São pequenos não houve um grande avanço.
    Deve ter atenção "à dias" é incorrecto "há dias" é a forma certa.
    Tens um ou dois parágrafos há mais e outros a menos.
    Em suma, se houver mais desenvolvimento nos capítulos, as coisas São mais interessantes.

    ResponderEliminar

Diz-me o que te vai na alma :)