domingo, 10 de agosto de 2014

The Pure Essence #2 (Parte I)

   :)) Violeta | via Tumblr

   "No meio disto tudo, a única coisa que sentia realmente era o corpo a tremer, com o frio que se fazia sentir. Devido à escuridão extrema, não conseguia ver nada. Estava perdida no meio de lado nenhum. Queria chorar, mas nem forças para isso tinha. Demasiado fraca para me controlar, deixem-me cair. Debati-me contra a fraqueza, mas em vão.
   Quando acordei, estava no meio de um prado, sem ninguém. Como vim cá parar?, pensei. Tentei recordar-me dos acontecimentos recentes, mas tinha a memória demasiado turva. Pus em questão a hipótese de caminhar. Mas para onde vou?
   Segui o meu instinto, e andei sem rumo. Passadas longas horas de caminhada, ouvi vozes. Finalmente tinha encontrado alguém, finalmente poderia pedir ajuda.
   Vi um grupo de adolescentes, que estavam a conversar alegremente. Deviam ter mais ou menos a minha idade. O seu piquenique tinha imensa comida, coisa que não via à dias, mas inacreditavelmente não sentia fome alguma.
   Antes de avançar, olhei para mim mesma e tentei avaliar o meu aspeto. As tranças compridas de um ruivo natural que era frequentemente elogiado estavam a desfazer-se um pouco, mas continuavam razoavelmente bonitas. O meu vestido verde, que combinava com a cor dos meus olhos estava um pouco sujo, mas sacudi e ficou bom.
   Respirei fundo e arranjei coragem para ir ao encontro deles. Não reparam na minha chegada, portanto falei:
   – Olá, chamo-me Michelle...e estou, hum, perdida. – Estava à espera de olhares inquiridores, mas ninguém me ouviu. Apenas uma rapariga loira, pequena e com olhos azuis profundos. Ela não me desfitou, apenas mimou, quase impercetívelmente:
   – Não pode ser..."

10 comentários:

Diz-me o que te vai na alma :)